Carreiras Policiais
O portal que defende os policiais.
Institucional
Policial: O Super Homem da sociedade
No dia a dia, o policial se depara com inúmeras situações, desde as simples até as mais complexas. Pois esses servidores estão em contato permanente com a população, e em algumas áreas da sociedade eles são a única manifestação do Estado disponível...

Policial: O Super Homem da sociedade

A sociedade vive em eterna contradição. Questões científicas e filosóficas, reais e demagógicas, democráticas e coercitivas, são sempre discutidas e abordadas . Nesse contexto, vê-se a atividade policial como mais um dos dilemas da comunidade: rejeitado por muitos, ignorados por outros e aceitáveis por uma minoria, o profissional policial resiste e prossegue em sua valorosa e honrosa missão.

No dia a dia, o policial se depara com inúmeras situações, desde as simples até as mais complexas. Pois esses servidores estão em contato permanente com a população, e em algumas áreas da sociedade eles são a única manifestação do Estado disponível. Isso leva a população a requisitá-los em momentos de dificuldade, não importando o tipo da adversidade, fazendo parte ou não da manutenção da Ordem Pública (missão constitucional da Polícia). Pois essa pode ser do Ibama, da Defesa Civil, da Saúde Pública, dentre várias outras instituições civis com poder de polícia.

Exemplificando essa última situação anteriormente citada da Saúde Pública o seguinte acontecimento real:

Dois policiais militares que realizavam patrulhamento na avenida Santo Amaro, na zona sul de São Paulo (SP), realizaram o parto de uma gestante de 28 anos em uma casa da região, na tarde desta sexta-feira.

A soldado Daniela Santiago Sardinha, há quase 5 anos na corporação, disse que ela e o colega Henrique de Souza Zago foram chamados por três crianças enquanto trafegavam pela avenida. O trio dizia que uma mulher grávida precisava de ajuda e levou os policiais à sua casa. Quando se preparavam para colocar a mulher na viatura, a bolsa estourou e o parto teve que ser realizado no local.

A criança, uma menina, nasceu prematura e foi levada, juntamente com a mãe, ao Pronto-Socorro de Santo Amaro. A soldado disse que bebê nasceu com 7 meses e meio, segundo os médicos. Mais tarde, a criança foi transferida para o Pronto-Socorro Regional Sul, também no bairro Santo Amaro.

Este foi o primeiro parto realizado pela soldado Daniela. ‘É emocionante porque é uma ocorrência atípica da rotina polical. É a ocorrência mais gratificante que já atendi’, disse a militar. De acordo com ela, os policiais são preparados para realizarem partos, durante o treinamento na Academia de Polícia. A policial afirmou também que realizou um curso especial na PM para atender a esse tipo de ocorrência.”

A atuação da Soldado Daniela, digna de elogio, corrobora com o prestígio merecido da instituição. Pois, com situações semelhantes a esta, o profissional desmistifica a imagem puramente repressiva que possui, além de contribuir para o amadurecimento da cidadania na comunidade. Assim, vê-se a importância da função policial na comunidade, pois esta se configura como um verdadeiro heroísmo.

Dessa forma, enquanto a população não se conscientiza e valoriza o policial, o futuro restará indefinido e moralmente destrutível.


FONTE: Texto de Daniel Santana Aluno-a-oficial da Polícia Militar da Bahia, tendo sido, anteriormente, soldado PM.

 

 

Copyright Carreiras Policiais. Todos os direitos reservados. Por: www.catcomunicacao.com.br